Plantas perigosas

22102017 - venenosas
Share Button
Tóxicas ou Venenosas

As plantas sejam elas, ornamentais ou não, podem conter certos elementos que podem causar problemas a seres humanos e animais domésticos.

Os animais selvagens, aves, principalmente, conhecem por instinto o que é perigoso, não consumindo folhas, flores e frutos daquelas plantas. Mas os animais domésticos muitas vezes não reconhecem e podem ter problemas se ingerirem.

Vamos então trazer para conhecimento algumas das plantas mais conhecidas dos jardins para que as pessoas tomem cuidado na sua utilização.

Plantas Tóxicas ou Venenosas

As crianças são o maior problema, pois se acham bonita a folha ou flor podem levar à boca ou pisar a pele. O perigo vem principalmente pelo manuseio destas plantas sem a proteção pessoal necessária.

Plantas Espinhosas

Plantas espinhosas mesmo que não sejam tóxicas apresentam perigo pelos espinhos que podem ferir a pele. Os cactos, por exemplo, têm espinhos de tamanho variado, podendo ferir seriamente uma pessoa, mas não são tóxicos.

O uso de cactáceas nos jardins é de belo efeito paisagístico, mas não recomendado para lugares onde crianças e pessoas com problemas de locomoção possam transitar.

Cereus

Uma queda sobre os espinhos pode ter conseqüências danosas e muito dolorosas. O jardineiro deve manusear os cactos com luvas especiais para este tipo de planta.

Cactos de grande porte, como cereus (Cereus), perésquia (Pereskia) e opúntia (Opuntia) devem ter seu local de cultivo planejado para não constituir perigo para os transeuntes.

Plantas com Látex

Plantas com látex têm um suco leitoso que pode ter elementos corrosivos, causando dermatite de contato.
A maioria tem toxidez de algum princípio ativo.

Euphorbia
Avelós – seu latex é tóxico

Muitos deles são objetos de pesquisas para uso em remédios, como é o caso do avelós (Euphorbia tirucalli). O  avelós (Euphorbia tirucalli) não tem espinhos, mas seu látex é corrosivo.

Plantas com Espinhos e Látex

Plantas da Família Euphorbiaceae podem ter espinhos e também látex, representando uma combinação perigosa.

O manuseio destas plantas sem a proteção de luvas e mangas compridas pode causar dermatite de contato e até feridas, conforme a sensibilidade da pessoa.

Dentre elas destaco a coroa-de-cristo (Euphorbia millii) , a jatrofa (Jatropha podagrica) e o candelabro (Euphorbia lactea).

Algumas plantas somente têm látex, como é o caso da poinsétia (Euphorbia pulcherrima) , aquela conhecida planta da época do Natal.
Como pode perceber esta família tem esta característica.

Em projetos de jardins para condomínios, onde sempre há crianças, devemos evitar seu uso.

Plantas de Princípios Ativos Venenosos

Algumas plantas não têm espinhos nem látex, mas contém elementos e princípios ativos que podem causar problemas estomacais, ataques cardíacos e outras reações em humanos e animais.

Plantas venenosas, como disse, podem ocasionar uma série de problemas que são letais para animais domésticos.

Plantas de Uso Paisagístico Nocivas para Crianças ou Animais Domésticos

Em paisagismo usa-se muito nos jardins de clima mais frio as azaleias, tanto as de grande porte (Rhododendron simsii) como as de pouco crescimento (Rhododendron simsii var.Nana) .

Algumas cidades serranas do Sul e Sudeste têm grandes espaços públicos e privados ornamentados com hortências (Hydrangea), que também são plantas venenosas, flores e folhas com princípios ativos que podem causar inclusive a morte.

azaleia
Azaléia

Muitas plantas conhecidas, algumas enfeitam praças, ruas e jardins públicos, como é o caso da lantana (Lantana camara), da espirradeira (Nerium oleander), jasmim-manga (Plumeria rubra) e a dracena (Dracaena marginata).

Todas contêm alcalóides perigosos e não deveriam fazer parte de lugares de circulação de crianças.

O Oxalato de Cálcio das Plantas da Família Araceae

Todos sabem da fama de uma planta herbácea conhecida pelo nome de comigo-ninguém-pode (Dieffenbachia). Ela contém sais de oxalato de cálcio no caule e folhas, ao rasgar uma folha, seu contato com a pele provoca a sensação de agulhas.

Se uma criança ingerir poderá morrer por asfixia, pois este componente provoca o inchaço das mucosas da boca e faringe. Na verdade, o comigo-ninguém-pode levar a fama mas toda a Família Araceae tem este componente.

copo-de-leite-flor
Copo-de-leite

Pertencem a esta família o caládio (Caladium), o antúrio (Anthurium), o copo-de-leite (Zantedeschia) e a alocásia (Alocasia).

Uma planta que todos conhecem, mas bem poucos sabem que é tóxica é a hera (Hedera helix), usada para cobrir muros, paredes e como forração em substituição a gramados.

Intoxicação por Plantas com Crianças: Fique Ligado

As crianças são as maiores vítimas das plantas tóxicas e venenosas.

Para os pais!
Ensinem aos filhos que planta não se coloca na boca!

O simples ato de passar as folhas sobre a pele poderá disparar alergias e a ingestão de partes da planta poderá levar à morte.

Para os pais que se preocupam com isto, uma recomendação: ensine seu filho ou filha desde cedo que não se coloca planta na boca ou se arranca folhas e flores do jardim.
Somente se come o que é colocado no prato, sob supervisão dos pais. No entanto, um pequeno descuido poderá acontecer.

Ficar atento à criança: se tiver urticária, ulceração da pele, irritação nos olhos ou boca, poderá ter entrado em contato com plantas tóxicas.

Lavar o local com água e sabão neutro, se for nos olhos e boca somente com água. Se ela tiver náusea, vômito, dores de barriga, cãibras, ela provavelmente ingeriu alguma parte de planta perigosa, leve imediatamente a socorro adequado.

As cidades possuem, no guia telefônico, uma Central de Informações de toxicologia. A Fundação Osvaldo Cruz dispõe de um site onde também poderá tirar dúvidas:http://www.fiocruz.br/sinitox/prognacional.htm.

Fonte: FazFacil

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>