Mudas de Orquídeas

enraizandoorquideas
Share Button

Como Enraizar

Orquídeas são relativamente fáceis de cuidar. O que elas basicamente necessitam é de ambiente propício, água, luminosidade e nutrição adequadas a cada tipo.
Quando desejamos retirar mudas para aumentar a coleção, cada tipo de orquídea tem seu modo de fazer esta tarefa.

Identifique, a seguir, como saem as mudas de sua espécie de orquídea.

Como Enraizar Mudas de Orquídeas

Como Surgem Mudas de Orquídeas

Nos dendróbios (Dendrobium spp.), por exemplo, os filhotes surgem nos entrenós das longas hastes. Esperamos que as raízes estejam melhores desenvolvidas e retiramos para plantar.

Em outras orquídeas, como nas catleias (Cattleya spp.), as mudas ocorrem com a muda adulta e são separadas da planta mãe cortando o rizoma.

Nas orquídeas monopodiais, como nas vandas (Vanda), novas mudas e raízes surgem em estação mais úmida e quente. Os talos crescem continuamente e as mudas são feitas cortando as partes.

Em todos os tipos a muda deverá ter haste e raízes.

Dendrobium fimbriatum Dendróbio fimbriatum

Como Fortalecer as Raízes de sua Orquídea

O transplante com sucesso é aquele onde a muda promove mais raízes, adaptando-se ao novo recipiente.

Estas são o veículo para a absorção de água e nutrientes das plantas. Veja algumas dicas importantes:

Use Substrato Adequado

Usar substrato leve tipo cascas de pinus bem lavadas, perlita e sfagno. Carvão, cascalho de granito também são usados, questão de opção.

O importante é não as cobrir demasiado, pois necessitam de respirar tanto como a parte aérea. Encharque bem o novo substrato antes de envasar

Antes de arrumar a muda no novo recipiente, regar o substrato até encharcar, deixando escorrer bem. Isto impedirá que as raízes percam água para o substrato muito seco.

Muitos cultivadores colocam líquido enraizador nesta água.

Cortar fora apenas as raízes secas.

raíz de vandaRaízes de orquídea vanda

Faça um Concentrado com Algumas Pontas de Raízes Vivas

Para estimular o crescimento de mais raízes vamos cortar algumas pontas de raízes vivas e verdes de uma muda de orquídea sadia qualquer.

Colocar num pratinho com um pouco de água e esmagar bem. Regar com esta mistura as novas raízes da muda transplantada.

Há, desta forma, a liberação dos fungos simbióticos (micorriza) que estão presente entre as raízes e o substrato e realizam o carreamento de nutrientes e água para a muda.

Esta se beneficia com esta ação e por sua vez contribui através das raízes com os produtos da fotossíntese, utilizados pela colônia de fungos para sua sobrevivência – levando desta forma os fungos benéficos para o novo substrato, as novas raízes continuarão o processo.

Adube Uma Vez por Ano

A adubação com abonos animais uma vez por ano, após as florações propiciam a ambiência encontrada na mata, com as fezes dos pássaros, folhas em decomposição, etc.

É matéria orgânica, já que não usamos terra nas orquídeas. Os adubos devem ser dissolvidos na água, com maior teor de fósforo e potássio, que estimulam a parte radicular.

A recomendação é de uma colher de sopa para dois litros de água, dissolver bem a colocar um copo no substrato umedecido previamente.

Adubos foliares também podem ser usados, alguns vem em spray já prontos ou podem ser diluídos para colocar em aspersores. Nunca aplicar concentrado, pois haverá queima das folhas. A lei do mínimo vale aqui, isto é, o mínimo aplicado para haver resposta da planta.

Laelia (or Cattleya) purpurataOrquídea catleia

Saiba Usar Enraizadores Vendidos no Mercado

O uso de enraizadores do tipo ácido indol-acético (AIA) e ácido indol-butírico (AIB), bem como tiamina (Vitamina do complexo B) também são utilizadas e podem ser fatores estimulantes para novas emissões radiculares, devendo ter dosagem mais baixa que as recomendadas pelo fabricante para o enraizamento de estacas.

Diluir em água e colocar sobre o substrato onde estão as raízes.

Fonte: FazFacil

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>